Um sonho de primavera

Um sonho de primavera
06 de Maio, 2020 - 08:19 h. | Publicada por Radio Negreira

A Escola Semente é um projeto autogerido, sem ánimo de lucro e que desenvolve um modelo de imersom e proteçom linguística dentro das aulas e um processo comunitário de socializaçom do galego nos espaços extraescolares. O seu sonho de primavera chámase "Projeto Moas".

ESCOITA O PODCAST:
Semente Compostela colabora coa Semente Trasancos

 A campanha "Mil Primaveras Mais" mostra a solidariedade com o Projeto Moas, no momento em que a Semente Compostela está a procurar apoio económico entre a cidadania para abrir um novo edifício que reúna o alunado de infantil e primário num edifício em Moas. Ao longo dum mês, professorado de escolas de imersom e ativistas em defesa das línguas minorizadas de diversos povos do planeta enviarám o seu apoio à Escola de Ensino Galego Semente, no Projeto Moas: https://gl.goteo.org/project/projeto-moas. Apenas nas suas primeiras três horas, a campanha acadou mais do 1% do objetivo mínimo.
A campanha “Mil primaveras mais” começara esta segunda feira com a publicaçom do vídeo protagonizado por Lill Tove Fredriksen, professora da Universidade do Ártico, desde a Ilha de Tromsø. Lill Tove é ativista na defesa da língua sámi fronte às políticas norueguesas.  Nesta terça, Eva Bertrana, da Escola Bressola-Perpinhám, enviou a sua mensagem de apoio em catalá. O apoio internacional e as artistas que participam nas recompensas poderám ver-se nas redes da Semente, Facebook, Twitter, canle de  YouTube e proximamente Instagram.
Umha extensa rede de apoio em múltiples línguas do planeta enviará vídeos desde lugares e  línguas como a Naçom Cree de Wemindji (cree), Líbia (amazigh), Bretanha (bretom), Araucania (mapuche), Cochabamba (quéchua), Irlanda (gaélico), o  Quebec (francês), Gales (galês), Euskal Herria (euskera),  Cabo Verde (cabo-verdiano),  Paises Cataláns (catalá), ou Aragón (aragonês), entre outros.
O Projeto Moas reuniu em quinze dias mais de 350.000 euros em avais de centos de pessoas que deram o seu apoio económico ao projeto. Depois deste primeiro paso, o Projeto Moas continua procurando ajuda económica através de doaçons e um crowdfunding ou mecenado.
 A Escola de Ensino Galego Semente, projeto de imersom linguística de autogestom do movimento social galego, começou a funcionar em 2011, impulsada desde a associaçom A Gentalha do Pichel e um grupo de pais, maes e ativistas. Atualmente, ademais das três escolas em Compostela, há Sementes em Vigo, Lugo,  A Corunha e Trasancos.
 

Cultura

Comentarios

Macrobid No Physician Approval weeraken [url=https://apcialisz.com/]cialis for sale[/url] errorndyef Diflucan Epocrates Online Pseuch <a href=https://apcialisz.com/#>Cialis</a> Lalierap Using Rogaine And Propecia Hair Loss
Nome: 
toigreemT

Publica o teu comentario agora